Quantcast

Dinâmica do mercado mundial de papel entre 1961 e 2010

Research paper by Djalma de Freitas Ribeiro Neto, Thelma Shirlen Soares

Indexed on: 14 May '16Published on: 08 Apr '16Published in: Scientia Plena



Abstract

Este estudo teve por objetivo caracterizar o mercado mundial de papel e analisar a tendência da produção e a relação risco/retorno das importações e exportações no período de 1961 a 2010. Foram empregados dados anuais de produção, importação e exportação de papel disponibilizados pela Food and Agriculture Organization of the United Nations (FAO) os quais foram agrupados em décadas, perfazendo as cinco décadas referente ao período analisado. A caracterização do setor foi realizada por meio da análise da participação percentual de cada continente, em cada década analisada, na produção de papel e a tendência de crescimento da produção por meio da taxa geométrica de crescimento (TGC). Para a obtenção da relação risco/retorno, admitiu-se a TGC como indicativo de retorno e o coeficiente de variação como indicativo dos riscos. Verificou-se que entre 1961 e 2010, a produção de papel ficou concentrada nos países dos continentes americano e europeu, caracterizando-se pela crescente produção da Ásia e decrescente produção da América. As taxas geométricas de crescimento apresentaram variações entre comportamento crescente e decrescente e sempre com valores positivos, com exceção do continente americano na década de 2000. As importações internacionais de papel apresentaram, com exceção do mercado asiático, uma tendência simétrica para a relação risco/retorno com desempenho similar para as exportações. O comportamento das reações risco/retorno indicaram que o mercado de papel é um investimento atrativo para o capital privado.